Presidente do Liceu falou no Parlamento Jovem

A IV edição do Madeira MUN, que teve lugar na Assembleia Legislativa da Madeira a 5 de maio, foi organizada pela Escola Secundária Jaime Moniz. Esta foi uma dinâmica peculiar do Parlamento Jovem, isto é, durante um dia, quarenta e dois alunos de seis escolas da Região debateram o impacto das migrações no mundo atual.

A sessão de abertura contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues, e da presidente do conselho executivo da ESJM, Ana Isabel Freitas.

O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues, enalteceu, na sessão de abertura a que presidiu, a escolha do tema, pela sua pertinência e atualidade.

A presidente do conselho executivo do “Liceu” acolheu e enalteceu a iniciativa, dinamizada no âmbito do Programa do Parlamento dos Jovens, e lembrou que, “no contexto escolar, o fenómeno migratório tem, atualmente, alguma visibilidade”, considerando que, dado o princípio do direito à educação universal”, “os jovens migrantes têm de ser incluídos e não discriminados nas nossas escolas”.

Ana Isabel Freitas revelou a realidade do centenário “Liceu”, sempre aberto aos desafios do mundo contemporâneo e com uma postura inequivocamente inclusiva. “Na Escola Secundária Jaime Moniz, estão matriculados alunos de onze nacionalidades diferentes. Proporcionar a todos um ensino de qualidade é uma empreitada complexa. A primeira tarefa para quem os recebe na escola é acolhê-los com simpatia. A segunda, igualmente importante, é a de compreender o que nos querem dizer e, fazermo-nos, de igual modo, entender. Sabemos que as barreiras linguísticas são um obstáculo à aprendizagem dos conteúdos curriculares”. No entanto, esclareceu Ana Isabel Freitas, “a pedagogia diferenciada e o apoio pedagógico são as estratégias mais implementadas com vista à aquisição de novas aprendizagens”.